J29: A união faz a força, amén!

01:18


Mais um "check" em jogos no campeonato nacional, onde cada vitória começa a ter cada vez mais valor e importância, na caminhada rumo à reconquista. No encerramento desta 29.ª jornada, o Benfica recebeu e venceu o Vitória de Setúbal por 4-2.




Depois de cumprir um jogo de castigo (diante o Feirense), Rafa voltou às opções de Bruno Lage. Em relação ao último onze apresentado pelo técnico de 42 anos, destaque para a presença de Florentino no meio-campo encarnado, que fez dupla com Samaris; regressos de André Almeida (não convocado) e Seferovic (suplente utilizado) ao onze inicial das 'águias' em comparação com o onze diante o Frankfurt. Cervi assistiu ao encontro nas bancadas do Estádio da Luz - o nome do argentino não constou na ficha de jogo.

Rui Costa, da Associação de Futebol do Porto, foi o árbitro nomeado para 'chefiar' a partida do Benfica na 29.ª jornada.


PRIMEIRO MINUTO - PRIMEIRO GOLO
Com mais de 56 mil espetadores nas bancadas do Estádio da Luz, foi preciso esperar apenas um minuto para que o Benfica se adiantasse no marcador - assistência de João Félix para Rafa que, na grande área do Vitória de Setúbal e de calcanhar, colocou os encarnados na frente. 
Nota para o facto de a bola antes de entrar no fundo das redes defendidas por Makaridze, ainda ter embatido no poste direito.

Esse foi apenas o primeiro golo do internacional português no encontro - mas haveria mais um!

Aos 35 minutos, depois de uma grande penalidade "desperdiçada" por intermédio de Pizzi - mérito para o guarda-redes da formação setubalense que adivinhou o lado para onde o camisola 21 ia rematar -, recuperação de bola por intermédio de João Félix junto à 'meia lua' da grande área do Vitória de Setúbal, que assistiu Rafa para o segundo golo na sua conta pessoal no desafio: e do Benfica também.


LANCE AOS 28 MINUTOS: GRANDE PENALIDADE PARA O BENFICA
Recuando um pouco no encontro, aos 28 minutos, o árbitro Rui Costa após consultar o VAR apontou para a marca de grande penalidade, depois de Rúben Micael ter levantado o braço direito e interferir com a direção do remate de João Félix à baliza de Makaridze

Pizzi ficou com a responsabilidade de converter a grande penalidade em golo, mas sem sucesso - o guardião da formação vitoriana adivinhou o lado do remate do camisola 21 das 'águias' (rematou para o lado direito), e impediu que o Benfica dilatasse a sua vantagem no marcador. Mas não demorou muito a reação dos encarnados, tendo em conta a vertente que o jogo tinha tomado desde cedo.


RESPOSTA DO VITÓRIA AOS 39 MINUTOS
Com Jorge Andrade no banco a dar instruções para a equipa, aos 39 minutos surgiu a resposta eficaz do Vitória de Setúbal aos dois golos sofridos - triangulação perto da área do Benfica com Berto a passar a bola a Rúben Micael, que descobre Nuno Valente na grande área dos encarnados, rematando de pé esquerdo para o primeiro golo da formação setubalense no encontro.


LEVANTEM O CHAPÉU A FLORENTINO!
O terceiro golo surge de um enorme corte com a assinatura de Florentino Luís e mérito para o camisola 61 das 'águias' que recupera a bola e impulsiona o ataque rápido do Benfica, apanhando o Vitória de Setúbal em contra-golpe: corrida de Pizzi pelo corredor direito do ataque dos encarnados, que cruza para a grande área onde aparece João Félix - remate de primeira e de pé direito para o terceiro golo da partida para a equipa orientada por Bruno Lage, sem hipóteses de defesa para Makaridze.

O jovem de 19 anos festejou com a equipa e também com o seu irmão! Que momento mais delicioso que o futebol viveu na noite de domingo.


NÃO HÁ TRÊS SEM QUATRO... NÃO É ASSIM?
O Vitória de Setúbal esteve muito perto de fazer o 4-2 aos 62 minutos, mas Vlachodimos respondeu com nota 10 ao remate de Berto no lado esquerdo do ataque da equipa da dupla de treinadores Jorge Andrade e Sandro Mendes.

Aos 77 minutos, Seferovic 'sentenciou' as contas do Benfica e fez o 4-1 depois de uma assistência (mais uma) de Pizzi - o internacional sérvio voltou a reforçar o título individual de melhor marcador da Liga NOS, agora com 19 golos.


RÚBEN DIAS, A SÉRIO?
Quando parecia que o marcador não ia sofrer mais alterações, eis que Rúben Dias, na grande área do Benfica, cometeu falta num lance 'quase dividido' com o capitão dos sadinos, Vasco Fernandes. Rui Costa apontou para a marca de grande penalidade e chamado a converter, Cadiz fez o 4-2 - bola para a esquerda, Vlachodimos para a direita -, e fixou o resultado final.


NOTAS:
 Na mesma semana, o Benfica voltou a repetir o mesmo resultado
Depois do jogo a meio da semana com o Eintracht Frankfurt, na primeira mão dos 'quartos' da Liga Europa, os encarnados voltam a repetir o resultado de 4-2 - mas numa competição diferente.

 Quarta vitória dos encarnados na Liga NOS
A última vez que o Benfica de Bruno Lage não ganhou no campeonato nacional foi frente ao Belenenses SAD. Desde então, saldo de quatro jogos e o mesmo número de vitórias para as 'águias'

 Sandro Mendes, depois de duas vitórias consecutivas, volta a ver a sua equipa a deslizar
A formação setubalense apresentou-se no Estádio da Luz com 'sinal verde', depois de ter vencido 
Feirense e Marítimo nas duas últimas jornadas mas, ao terceiro jogo, a equipa que recebeu instruções de Jorge Andrade não foi feliz e voltou ao 'sinal vermelho', mas sem grandes consequências na tabela classificativa

 Vitória de Setúbal luta pela permanência no principal escalão do futebol português
A equipa de Sandro Mendes não está muito confortável na tabela classificativa... o Nacional é a equipa que está em 16.º lugar, em zona de despromoção e tem apenas menos quatro pontos que a formação setubalense. Vai estar ao rubro esta luta pela permanência.

 Sexta jornada consecutiva em que o Benfica é lider
Desde a vitória no Estádio do Dragão diante o FC Porto por 2-1, o Benfica assumiu a liderança da Liga NOS e nunca mais a largou. Podemos manter até ao final da temporada? Por favor...

 Jogo 50 de Rúben Dias... com o defesa central em destaque pela negativa
O camisola 6 esteve diretamente ligado ao segundo golo do Vitória de Setúbal, ao ser responsável pela grande penalidade que beneficiou a equipa visitante e que permitiu o 4-2 no marcador.

  Rafa Silva de fora do jogo com o Marítimo, na 30.ª jornada
O internacional português viu o seu quinto cartão amarelo na Liga NOS e, por isso mesmo, o segundo melhor marcador do Benfica no campeonato vai ser ausência confirmada no encontro da próxima segunda-feira, dia 22 de abril, na receção ao Marítimo.


Quinta-feira é TUDO ou NADA do Benfica na LIGA EUROPA! VAMOS EQUIPA!!

↶ Também podes gostar... ↷

0 comentários.

Traduzir para:

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified


Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

DIREITOS DE AUTOR

É IMPORTANTE ESCLARECER:
Todas as imagens são editadas e manipuladas pela autora deste blog, com exceção das fotografias de fundo das antevisões e crónicas dos jogos, que são retiradas do site oficial do Sport Lisboa e Benfica.

Qualquer dúvida existente, por favor preencham o formulário de contacto ou entrem em contacto através das redes sociais.